Escola de Teologia VnBteo

TODOS PRECISAM DE TEOLOGIA

Para muitas pessoas a teologia é uma matéria desnecessária, porque para elas religião é um assunto de pouca ou nenhuma importância. E a maioria dessas pessoas sequer sabe dizer o que é teologia, o que ela estuda, quais as suas fontes. Todavia, a teologia é um assunto do qual ninguém escapa. Até o ateu, de alguma forma, está fazendo teologia.

Como disse C.S. Lewis, um dos maiores defensores do cristianismo no século XX:

“se você não der atenção à Teologia, isso não significa que não terá ideia alguma sobre Deus. Significa que terá, isto sim, uma porção de ideias erradas — idéias más, confusas, obsoletas”.[1]

            Se Deus não existisse, realmente a teologia seria uma ciência inútil. Mas porque Ele existe e é quem Ele é, uma teologia correta é o tipo mais necessário de conhecimento que o ser humano deve buscar. Uma das declarações mais grandiosas, sublimes e absolutas sobre Deus é que “Dele, por Ele e para Ele são todas as coisas”, conforme está escrito em Romanos 11.36.

Isto significa que todas as coisas têm origem Nele. Que todas as coisas são sustentadas e mantidas por Ele. E que por fim, tudo, de um jeito outro se destina a Ele. Toda existência está de algum modo ligada à sua Divina Essência, quer as pessoas acreditem ou não.

Neste momento vale a pena refletir em uma afirmação de A. W. Tozer, grande escritor cristão:

Por sermos o que somos e pelo fato de tudo o mais ser o que é, o estudo mais importante e proveitoso que qualquer de nós pode fazer é, sem dúvida alguma, o da teologia.

A teologia provavelmente recebe menos atenção do que qualquer outro assunto, mas isso nada diz sobre sua importância ou a falta dela. Esse fato indica, porém que os homens continuam ocultando-se da presença de Deus entre as árvores do jardim e sentem-se terrivelmente constrangidos quando o assunto de sua relação com Ele é mencionado. Eles sentem sua profunda alienação de Deus e só conseguem viver em paz consigo mesmo quando se esquecem de que não estão reconciliados com Deus.

Se não houvesse Deus as coisas seriam muito diferentes para nós. Se não houvesse alguém a quem devêssemos finalmente prestar contas, pelo menos um grande peso aliviaria a nossa mente. Precisaríamos viver apenas dentro da lei, o que não é tão difícil na maioria dos países, e nada haveria a temer. Mas se Deus criou de fato a Terra e colocou nela o homem numa condição de experiência moral, pesa então sobre nós a responsabilidade de aprender a vontade de Deus e pô-la em prática.[2]

            E nesse ponto, podemos dizer que até mesmo bons cristãos são deficientes em sua vida cristã porque desconhecem verdades essenciais sobre Deus e sua relação com todas as coisas. Possuem crenças e expectativas sobre Deus que não são provenientes da revelação que Ele fez de si mesmo. São frutos de reflexões e conceitos que eles desenvolveram à partir deles mesmos e não a partir das Escrituras. Por isso a teologia é indispensável.

Vivemos em um mundo onde se diz e se escreve muita coisa a respeito de Deus que não são verdadeiras. Tanto pessoas simples quanto homens eruditos falam de Deus de modo genérico e racional, sem que tenham tido qualquer experiência com Ele ou saibam o caminho correto para conhecê-Lo. Cada vez se torna mais necessário separar joio e trigo para que possamos ter um entendimento correto do assunto. Por isso precisamos de teologia.

Conhecer a Deus é a maior necessidade do ser humano. Nenhum outro conhecimento é tão necessário ou tão sublime quanto este. Na verdade, não existe coisa alguma mais importante.

“E a vida eterna é esta: que te conheçam a Ti só como Deus verdadeiro e a Jesus Cristo a quem enviaste”, disse Jesus em João 17.3

Podemos falar de teologia em dois sentidos: um amplo e outro restrito. No sentido amplo, todos os assuntos que se relacionam com Deus e sua revelação, são assuntos da teologia. A pessoa de Deus, o plano de salvação, o papel da Igreja, a revelação especial de Deus nas Escrituras, o futuro previsto na Bíblia – tudo isso se relaciona à teologia.

Há, porém um sentido mais restrito e essencial. Teologia é o estudo do Ser de Deus. É aquilo que pode ser chamado também de teontologia, porque se concentra em saber aquilo que nos foi revelado sobre a Pessoa do próprio Deus. É através desse estudo que podemos conhecer e aprender acerca da Divindade e de seus atributos.

Talvez você possa dizer: “Mas eu já conheço a Deus. Já conheço Jesus. Já tive um encontro pessoal e salvador com Ele”. Isso pode ser verdade, mas não significa que você já sabe tudo o que precisa saber a respeito Dele e que tudo o que você aprendeu já é o suficiente. Estamos falando Daquele que é tão imenso que nem os céus, ou os céus dos céus pode conter. Estamos falando do Deus verdadeiro e conhece-lo cada vez mais é uma tarefa que temos de estar dispostos a cumprir e que jamais chegaremos ao fim. A teologia é apenas mais um passo nessa direção. Como disse o profeta Oséias:

“Então conheçamos e prossigamos em conhecer ao Senhor” Oséias 6.3

Não só a teologia é a ciência mais importante como também é a mais árdua. Se falássemos em conhecer o ser humano, já teríamos diante de nós uma tarefa hercúlea. Quanto mais falando em conhecer o Criador e o Senhor de todas as coisas. E quanto maior uma tarefa, maiores são as habilidades que precisamos e melhores precisam ser as nossas ferramentas.

Talvez você ainda diga: “Eu não preciso de teologia para conhecer a Deus. Basta amá-lo, servi-lo e estar em comunhão com Ele”. Tudo isso é importante e imprescindível. A teologia não existe para substituir o relacionamento pessoal. Existe justamente para nos ajudar nesse relacionamento pessoal com Deus. Assim como um mapa não foi feito para substituir a viagem, mas para possibilitar uma viagem certa e segura. Não nos basta só um mapa, mas precisamos dele para atingir nosso objetivo.

A teologia não substitui nem a comunhão e nem a Bíblia. Pelo contrário. É fruto da comunhão com Deus e da fé e reverência para com as Escrituras. Como disse alguém, teologia é “a fé em busca de entendimento”. Ou como disse outro teólogo: “Creio para compreender e compreendo para crer melhor”. Não basta ferramentas para construir uma casa, mas não se constrói uma casa sem as ferramentas. Não basta a teologia para eu conhecer a Deus, mas é com a boa teologia que o meu conhecimento Dele e o meu relacionamento com Ele são construídos de forma segura e eficaz.

Eu não conheço um candidato apenas pelo seu currículo, mas é com o currículo que crio as impressões certas e faço as perguntas certas. É a partir desse currículo que me aproximo, avalio e decido. Um currículo contém o que a pessoa disse a respeito de si mesmo. E isso me conduz a ela e a uma interação maior.

Na Bíblia nós temos o que Deus diz de si mesmo. Seus feitos, Suas palavras, Seu Ser estão ali revelados. Ali está registrada de forma inspirada e inerrante a história da auto revelação divina. A teologia nada mais é do que a sistematização e a organização dessa revelação, de modo que ela se torne mais compreensível para a nossa mente. É através do labor teológico, que não é trabalho de um só homem, mas de muitos ao longo da história, que a verdade de Deus tem sido apresentada. Foi através do labor teológico, que ideias erradas acerca de Deus foram percebidas e corrigidas. Será através do estudo de teologia que seremos capazes de desenvolver nossa vida cristã de modo a evitar becos sem saída e atalhos perigosos.

Não podemos permitir que a preguiça, os preconceitos, a negligência, as muitas atividades desta vida nos impeçam de estudar e aprender teologia. O conhecimento humano cresce e com ele também crescem ideologias e filosofias enganosas, que prejudicam não apenas nós, mas também aqueles a quem amamos. É preciso estar pronto para responder com mansidão e temor a qualquer pessoa que pedir a razão da esperança que está nós, como disse o apóstolo Pedro no capítulo três e versículo 15 de sua primeira epístola.

Assim como a teologia não pode substituir nem a Bíblia e nem nosso relacionamento com Deus, do mesmo modo nada pode substituir a teologia. A filosofia não pode substitui-la. Nossas experiências não podem substituí-la. Nem nossas próprias ideias podem substituí-la. Podemos ter pouca ou muita teologia. Podemos ter boa ou má teologia. Mas sempre ouviremos ou leremos afirmações a respeito de Deus que podem ser boas ou prejudiciais. E sem teologia nós não teremos como avaliar essas afirmações, não saberemos se devemos absorvê-las ou rejeitá-las.

Quanto melhores forem as nossas ferramentas, melhor ficará nosso trabalho. E nosso trabalho é conhecer a Deus e torna-lo conhecido. Ainda que todo conhecimento de Deus seja parcial, ele pode ser mais perfeito ou menos perfeito, mais claro ou menos claro, mais correto ou menos correto. Ao usar as ferramentas disponibilizadas pela teologia, nosso trabalho se torna mais profundo e mais eficaz.

Se estivéssemos diante de uma grande montanha e nossa tarefa fosse escalá-la, explorá-la, conhecê-la e explicar aos outros sobre ela, não ficaríamos muito felizes se tivéssemos às mãos as habilidades e instrumentos necessários? Estamos diante Daquele que é maior do que tudo. Também queremos estar preparados para este desafio. Sabemos que Ele é grande, imenso, infinito, ilimitado. Ainda assim somos desafiados a aprender sobre Deus o melhor possível. E isso nós faremos, mesmo que fiquemos assustados  espantados com a grandeza da tarefa e sejamos levados a declarar juntamente com o apóstolo:

Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis, os seus caminhos! Porque quem compreendeu o intento do Senhor? Ou quem foi seu conselheiro? Ou quem lhe deu primeiro a ele, para que lhe seja recompensado? Porque dele, e por ele, e para ele são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém!

Então, o que vamos aprender aqui? Vamos aprender sobre os tipos de conhecimento de Deus. Vamos aprender sobre conceitos filosóficos da divindade, sobre sua existência, suas características, isto é, seus atributos, sua natureza, seus nomes. E a Trindade? Como compreender algo tão elevado e profundo? Conhecer a Deus e torna-lo conhecido é o nosso grande desafio e a teologia é o nosso caminho.

Não perca mais tempo. Entre em contato conosco. Inscreva-se. De tudo o que você pode e precisa aprender nesta vida, nada será mais proveitoso do que aquilo que está relacionado a Deus. Estude teologia.

 

[1] LEWIS, C.S. Cristianismo puro e simples. São Paulo: Martins Fontes, 2005, p. 2006

[2] TOZER, A.W. O melhor de A.W. Tozer. São Paulo: Mundo Cristão, 1984,  p. 93

Comentário

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com